poesia última de amor e enfermidade

A imersão no silêncio é o que distingue
os que amam com espírito suicida
dos que somente são
um sonho breve.

Na viagem noturna que empreendemos
pelo interior dum corpo diferente
um ato de amor é um fluído urgente
de suor lágrimas e esperma
contra o medo

palavras desarmadas
desejos que se perdem
na névoa de mil noites
entre os lençóis revoltos
pelo feroz presente
de dois corpos que esquecem.

– Lois Pereiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s